Free Shipping $40+ | 30-Day Money Back Guarantee

SARNA EM CACHORRO: Causas e Tratamentos para a Sarna Canina

A sarna em cachorro deixa a pele do animal com a aparência machucada, e provoca a queda de pelos e feridas. Inclusive, uma expressão muito comum no Brasil é “cão sarnento”, que é bastante pejorativa, e normalmente indica uma doença ou algo do qual todos querem manter distância.

A verdade é que a sarna em cachorro realmente causa um certo distanciamento do animal por diferentes motivos. Primeiro, ninguém quer ficar doente ou ser contagiado. Além disso, a aparência da pele do cão fica deteriorada, o que acaba causando aversão em algumas pessoas.

Por isso, prevenir a doença é a melhor alternativa. Quando o animal se alimenta bem ele consegue evitar não apenas a sarna como outros problemas de saúde. Entenda neste artigo porque o problema atinge apenas alguns cães, além de maneiras para prevenir e tratar a doença.

Além disso, vamos falar também sobre os benefícios do Canabidiol para Cachorro e explicar como você pode se beneficiar dele nos cuidados com o seu pet.

 

Novidades no Tratamento da Sarna em Cachorro

Atualmente, existem no mercado produtos para saúde animal derivados do Canabidiol, também conhecido como CBD. Ele ainda é pouco conhecido no Brasil, porém já foi aprovado pela Anvisa.

A empresa Honest Paws é a líder no mercado. Nos Estados Unidos é a mais procurada para petiscos para cachorro a base de canabidiol.

Quando os cães estão com sarna, não adianta afastá-los do seu convívio e achar que vão se recuperar sozinhos. Os cães doentes precisam de cuidados especiais e para isso é importante ter conhecimento de como tratar sarna em cachorro.

O Canabidiol Soft Chews é ideal para o alívio dos sintomas da sarna canina. São petiscos macios, fáceis de mastigar e cheio de sabor. Além de ajudar na educação e adestramento canino.

É claro que se o animal já tiver algum problema de pele, a sarna vai agravar a situação. Alergias podem causar machucados quando o cão se coça, por isso devem ser tratadas com antecedência.

Para fazer a coisa certa, vamos entender melhor o que é a sarna canina e como cuidar dela. 

 

O que é a Sarna em Cachorro?

A sarna em cachorro é uma doença de pele. Normalmente, você vai notar que a pele do seu cão está com uma aparência avermelhada e ele vai está se coçando muito. A sarna ocasiona feridas, infecções e queda dos pelos.

Ela é causada por ácaros que se instalam na pele do animal e que começam a se desenvolver ali, o que acaba causando muito desconforto para o cãozinho.

A sarna em cachorros é classificada em três tipos: Sarna Sarcóptica ou Escabiose, Sarna Otodécica ou Sarna de Ouvido e Sarna Demodécica ou Sarna Negra. Cada uma com características e tratamentos específicos.

 

Quais são os Sintomas da Sarna em Cachorro?

Os sintomas dependem do tipo de sarna que infectou sem cachorro, pois existem três tipos diferentes dessa doença, dependendo do ácaro que esteja causando o problema.

Os principais sintomas costumam ser:

  • Coceira intensa
  • Erupções na pele
  • Vermelhidão
  • Perda de apetite
  • Queda de pelos

É preciso tomar muito cuidado para não confundir os sintomas da sarna com picada de pulga, pois estas últimas são parasitas externos, que picam os animais várias vezes ao dia e também causam muita coceira. Normalmente alguns sabonetes e shampoos especiais, além da higienização do ambiente, são suficientes para acabar com a pulga de cachorro.

Confira abaixo quais são os diferentes tipos de sarna para saber quais são os sintomas mais específicos de cada uma delas.

Tipos de Sarna em Cachorro:

A o tipo de sarna em cachorros vai variar dependendo do tipo de ácaro que seja o agente causador, conforme veremos abaixo.

 

Sarna Sarcóptica ou Escabiose

A Sarna Sarcóptica é a mais comum de todas. Ela pode infectar animais de todas as idades em qualquer época do ano e é considerada contagiosa.

O contato com o cachorro doente pode fazer com que a sarna seja transmitida para outros cães, pessoas e outros animais. A ocorrência dessa sarna em gatos, no entanto, é bem mais rara.

Ela causa muita coceira na pele e o cão fica se coçando, lambendo e mordendo o local.

É comum também que surjam erupções na pele - como bolhas, crostas grossas e amareladas, queda de pelo, infecções - e que o animal fique sem apetite.

Os sintomas aparecem entre 10 dias após o contágio até 2 meses e inicialmente se manifestam nas orelhas, peito e barriga.

 

Sarna Otodécica ou Sarna de Ouvido

Essa sarna de cachorro ocorre no ouvido, por isso recebe esse nome. Neste caso, a orelha dos animais de estimação começa a coçar, e eles podem se machucar e ter infecções. Neste caso, o ácaro costuma se alojar na parte interna ou externa das orelhas.

Ela pode acontecer caso não seja realizada a limpeza do ouvido deles regularmente ou caso alguma alergia evolua para isso.

Outro motivo para que esse tipo de sarna se desenvolva é o acúmulo de cera no ouvido, que em grande quantidade também pode levar a uma otite.

A ocorrência desse tipo de sarna em gatos também é bastante comum, e é preciso tomar muito cuidado para não confundir os sintomas com a otite felina. Por isso leve seu animalzinho no veterinário para avaliar os sintomas.

 

Sarna Dermodécica ou Sarna Negra

Esse é o único tipo de sarna em cachorro que não é transmitida de um animal para outro. Trata-se de um problema genético. Como ela é transmitida de mãe para filho, é recomendável que os animais portadores da doença sejam castrados para não procriar.

Mesmo sendo genética, não significa que todos os animais de estimação que possuem o gene irão desenvolvê-la. Isso costuma acontecer quando a imunidade do cachorro está baixa.

Ela é mais comum nos cotovelos, ao redor dos olhos, boca, queixo e calcanhares, mas pode aparecer em qualquer local do corpo.

A Sarna Demodécica causa vermelhidão e deixar a pele do seu cão sem pelos ou torna-os muito oleosos. Também causa inchaço ou descamações. Um dos seus sintomas mais característicos são as feridas com secreções e cheiro forte.

É possível fazer a prevenção ao proporcionar ao seu pet uma alimentação saudável.

 

Sarna de Cachorro pega em Humano?

Uma dúvida muito comum das pessoas é se elas tiverem contato com um cachorro infectado, vão acabar desenvolvendo sarna humana.

Dentre todos os tipos de sarna que os cães podem desenvolver, a única que pode ser transmitida para os seres humanos é a Sarcóptica.

A sarna humana é também conhecida como escabiose humana, e, se você tiver qualquer suspeita de que seu cachorro esteja infectado com essa doença, esteja sempre protegido com luvas ao tocar no animal.

Como prevenir que a Sarna Canina ataque seu Cão?

Com exceção da sarna demodécica, os demais tipos são contraídos quando ocorre o contato do cachorro com os ácaros causadores do problema.

É preciso entender que no ambiente existem ácaros, assim como na pele dos cães, e não são todos que causam a sarna.

Para evitar que seus animais de estimação fiquem doentes, não se deve deixar que tenham contato com um cachorro com sarna.

Se houver suspeita do que o animal esteja doente, mantenha-o longe e fique atento em como tratar a sarna para iniciar os cuidados o quanto antes.

A higienização também contribui com os cuidados, e, por isso, é preciso dar banhos frequentes nos animais, aparar os pelos quando necessário e manter o espaço deles limpo.   

Manter a imunidade dele alta também contribui para que o organismo consiga combater algumas doenças. Para isso, seu cachorro deve ter uma alimentação saudável e balanceada.

Também recomendamos, no caso de suspeita de sarna, levar o seu pet ao veterinário de forma imediata. A consulta profissional é necessária para o devido diagnóstico e cuidados.

 

Como devo cuidar do meu Cachorro com Sarna?

Encontrar um bom remédio para sarna de cachorro não é difícil, pois existe muita variedade no mercado. Os mais comuns são sabonetes em barra, shampoos, sabonetes, líquidos para passar na pele, cremes e pomadas.

Quando os casos são mais graves, o veterinário pode indicar medicamentos orais ou injetáveis.

Os de uso tópico para a pele devem ser usados sem interrupção. Até mesmo alguns dias após os sintomas desaparecem para garantir que a sarna não volte.

Como a sarna se instala mais facilmente em animais com a imunidade baixa, é preciso garantir que eles fiquem saudáveis. Incorpore na dieta do seu animal produtos que ajudam na prevenção da Sarna Canina.

 

 

Quais são os perigos da Sarna em Cachorro?

A sarna canina costuma causar muito incômodo nos animais, que sentem muita coceira em diversas partes do corpo, e podem acabar se ferindo por conta disso. Além disso, ela também causa perda de apetite, o que diminui a imunidade deles.

Assim, se você notar que o seu cachorro não está se alimentando bem e que está com muita coceira, leve ele ao veterinário para uma avaliação, pois somente um profissional pode recomendar os medicamentos certos para o seu animalzinho.

 

A Importância da Alimentação:

É possível que a sarna canina seja algo que você jamais tenha que se preocupar. Porém é necessário garantir que seu pet tenha uma boa alimentação. Fortalecer o sistema imunológico dele pode garantir uma vida saudável.

A Honest Paws comercializa produtos à base de Canabidiol, sem soja e não alterados geneticamente. A sua eficiência já foi amplamente comprovada por diversos laboratórios. Aqui você pode ter acesso ao Certificado de Análise Laboratorial.

Para que o cão se mantenha sempre saudável, dê especial atenção à alimentação, higienização e contato com outros animais. Dessa forma, a sarna não será uma preocupação para você.

 


Fontes de Referência:

Honest Paws

CertaPet

Dog Hero

Petz

Cobasi

PetLove

 

← Older Post Newer Post →