Free Shipping $40+ | 30-Day Money Back Guarantee

Pug 101: Guia Completo da Raça

 Não há quem nunca tenha visto um Pug e se encantando com o jeito divertido desse cachorrinho de pequeno porte. Amáveis e cheios de vida, os cachorros Pugs maravilham a todos por seu comportamento gracioso. Também são companheiros excepcionais e servem como pet para pessoas de qualquer faixa etária.

É uma raça fisicamente pequena, e é comum que tenham a testa enrugada e o focinho amassado. Como resultado do seu pequeno tamanho, muitas pessoas escolhem o cachorro Pug como ótima opção de Pet para lugares pequenos, pois se adaptam muito bem em apartamentos ou ambientes menores.

Embora precisem de alguns cuidados especiais com a saúde respiratória por questões biológicas, os Pugs são de muito fácil convivência. Você verá adiante tudo o que precisa saber sobre essa raça, desde sua história aos cuidados na sua saúde.

 

Tabela de Conteúdo

História e Curiosidades do Pug

raça Pug tem origem na China e, à época, eram muito populares nas antigas dinastias chinesas. Dessa maneira, eram tidos como cães de luxo, pois estavam rodeados de privilégios. Geralmente eram tratados como verdadeiros membros da realeza daquele povo.

Além da nobreza chinesa, os monges tibetanos também criavam  os cachorros Pug devido à sua importância e simbologia. Mas foi apenas durante o período medieval que a raça de cachorro Pug começou a ser introduzida no Ocidente. Acredita-se que os primeiros ocidentais a terem contato com os pugs foram os comerciantes holandeses que, após visitarem a China, levaram consigo alguns filhotes de Pug, assim sendo apresentados para a Europa.


Curiosidades:

Devido à sua pelagem curta e particularidades físicas, os pugs possuem rugas em sua testas. A maioria deles possui três rugas que se assemelham à palavra chinesa que significa “príncipe”, tornando-os ainda mais especiais. Na atualidade, o cachorro Pug ficou famoso por ser conhecido como o cachorro do MIB (filme “Homens de Preto”).

 

Origem no Nome Pug:

Vem do chinês 巴哥犬 (transliterado para Bā gē quǎn), mas já foi chamado de Carlino, Mop e Pug-Dog. Não há forma correta de pronunciar. A mais comum é “Pug” como conhecemos em português, embora haja quem diga “meu Pag” por variações regionais.

 

Características do Pug:

O Pug é um cachorro que não chega a passar dos 30 centímetros de altura. É comum que chegue a pesar até 10 kg por ter propensão à obesidade. Além disso, costumam viver mais de 10 anos facilmente, porém isso pode variar dependendo de seu estilo de vida (alimentação, atividades etc.). As caraterísticas da raça são:

  • Altura: de 20 cm a 30 cm;
  • Peso: entre 7 a 10kg;
  • Expectativa de vida: 13 anos;
  • Cor: existem o Pug Preto e Pug Abricot (tons de marrom e bege);
  • Temperamento: muito dócil e sociável.

Embora seja lindo, algumas pessoas o consideram um cachorro feio. Outros chegam a pensar que o Pug é um cachorro com sindrome de down, mas é um erro pensar em animais com sindrome de down já que esta classificação é para genética humana.

São conhecidos pelos seus olhos grandes (alguns dizem “olho esbugalhado”), cabeça grande em relação ao tronco, focinho achatado (braquicefálicos), pelo curto, rugas pelo corpo e por seu rabinho enrolado. São pequenos, fortes, brincalhões e fofos como todo animal de estimação.

Tipos de Pug

A CBKC, órgão responsável que regulamentar a criação de cães, reconhece apenas dois tipos de Pug de raça pura: Pug Preto e Abricot. Entretanto, são encontradas outras cores como o pug branco, prata e tigrado, provenientes de alguns cruzamentos.

Antigamente na China e na Europa, muitos pugs tinham uma pelagem clara, alguns chegando até a tonalidade branca, cobrindo assim todo o seu corpo. Embora hoje em dia o Pug Branco não seja reconhecido, podemos ver em registros como pinturas, fotografias e escrituras, a sua existência.

Além das variações de cores, o pug pode possuir algumas variações dentro da sua própria raça por conta de cruzamentos. Atualmente os tipos mais conhecidos são o Pug Puro, Corgi Pug e Corgi Pomeranian Pug como veremos adiante:

 

Pug Puro

Este é o tipo mais comum e também o mais popular hoje em dia. Leva todas as características físicas tradicionais dos pugs descritas anteriormente. Isto é, pouco ou quase nada mudaram em suas feições físicas e comportamentais desde que a raça pug começou a se popularizar no Ocidente por volta do século XVI. Por ser dócil e de fácil trato costuma ser um dos preferidos por quem busca um cachorro pequeno para companhia.

 

Corgi Pug

É um híbrido entre o cachorro Pug e Welsh Corgi, duas raças de pequeno porte. O Corgi Pug é um cão muito amigável, adora a companhia do seu dono e é super protetor com o seu lar. Esse cruzamento fez com que essa nova raça se se tornasse mais forte e mais resistente à doenças.

Os cães Corgi Pug geralmente apresentam pernas curtas e costas longas como os cães da raça Corgi. No  entanto, eles também podem herdar a face achatada do pug, mas as orelhas são longas como dos cães Corgi. As cores dos pelos podem variar desde os tons de abricot com manchas brancas, ou podem ser da cor preta.

Assim como os Pugs legitimos, o Corgi Pug não precisa de passeios longos devido ao seu tamanho, o que o faz ser ideal para pessoas que moram em apartamento e que possuem pouco tempo livre. No entanto, eles não gostam de ficar sozinhos e podem sofrer com crise de ansiedade se ficarem muito tempo sozinhos.


Corgi Pomeranian Pug

Esse é um cruzamento entre as raças Pug e Pomeranian, ambas são raças de pequenos porte. Por ser uma cruzamento de raças, ele pode ser um cachorro preto ou bege puro, às vezes pode acontecer a combinação de ambos. Além disso, ele pode herdar mais a aparência do pug e ter um casaco de pelos ao redor do corpo como os Pomeranian.

O mais importante dessa mistura  é a sua personalidade, pois eles são bastante dóceis, fiéis aos seus donos e são ótimos cães de vigia. Embora eles sejam pequenos e ótimos para apartamentos, eles são cheios de energia e adoram brincar, companhia perfeita para crianças. Em resumo, seu temperamento é bastante amigável e uma grande característica da raça é o fato de se darem bem com qualquer um.

 

Personalidade e Comportamento do Pug

Por ser um cachorro pequeno, o pug é classificado como um cão “toy”, portanto, são ótimos para ambientes pequenos e são considerados cães de companhia. São muito amorosos, bobalhões, apegados aos seus donos e perfeitos para crianças.

O Pug filhote é muito fácil de adestrar, pois eles adoram agradar seus donos e tutores. Já o Pug adulto, é necessário ter um pouco de paciência pois tudo será novidade. Dessa forma, o pug personalidade dócil, se adapta facilmente à presença de crianças, pessoas e outros animais. E devido ao seu tamanho, podemos dizer que essa raça faz parte do grupo de cachorros pequenos para apartamento.

 

Cuidados e Saúde do Pug

O Pug é uma raça que precisa de acompanhamento médico constante devido à sua anatomia. São animais para morar dentro de casa e não no quintal pois são sensíveis à temperaturas extremas. Precisam de alguns cuidados extras com a pele e pêlo para evitar dermatites. É sempre bom ficar atento à sua alimentação para controlar o peso e evitar o excesso de atividades físicas. Acima de tudo, precisam de bastante amor e carinho.


Problemas Comuns na Raça Pug

Algumas questões biológicas podem fazer com que a raça desenvolva alguns problemas no decorrer da sua vida. Aliás, a braquicefalia é uma condição que afeta todos os Pugs por causa da formação óssea de seus crânios. No geral, os problemas mais comuns do Pug são:

  • Dermatites, hipertermia, problemas nos olhos e de visão;
  • Respiração;
  • Ocasionalmente pode ter quadros de epilepsia;
  • Obesidade.

Focinho e Respiração

Devido ao seu focinho curto, esta raça apresenta alguns problemas anatômicos, como os problemas respiratórios. Ao contrário de outros cães que podem controlar eficientemente a temperatura do corpo através da respiração, os Pugs não tem essa facilidade por serem braquicefálicos. Além disso, esta raça tem baixa resistência física, portanto é ótimo para ambientes internos e não precisam de longos passeios.

 

Os Olhos

Outro cuidado que devemos ter são com os seus olhos. Por serem um pouco saltados, eles ficam mais expostos. É sempre importante limpar os olhos com soro fisiológico para evitar fungos e úlceras. Apesar que esses "olhos esbugalhados" são a principal razão de encontrarmos fotos de Pug engraçadas na internet. Existem alguns casos onde o olho do pug chega a saltar para fora devido a algum acidente. Caso isso aconteça, leve-o rapidamente ao veterinário.

 

Pele e Pelo

Os pelos devem ser sempre escovados e limpos, assim se evita problemas de peles como dermatites e fungos. As ruguinhas de sua face e corpo precisam estar sempre limpas e secas para evitar proliferação de fungos e bactérias.

Alimentação e Obesidade

A alimentação do Pug precisa ser bastante controlada devido a facilidade de ganhar peso que a raça possui. O filhote de Pug (ou mini Pug como alguns dizem) possui uma ração diferente de um Pug adulto, por isso, é importante consultar com o seu veterinário a quantidade certa e qual a melhor ração para ele.

 

Expectativas de Vida do Pug

Esta raça tem uma média de expectativa de vida entre 12 a 15 anos. No entanto, há inúmeros fatores que podem tornar a expectativa de vida do pug maior ou menor. Um cachorro dessa raça que é bem cuidado fisicamente (e emocionalmente), certamente terá uma expectativa de vida maior. Como veremos adiante, cuidar do ambiente que o cachorrinho vive é fundamental para seu bem-estar e para sua saúde. 

 

Onde adotar um Pug? Comprar ou não?

Muita gente tem dúvida se é melhor adotar ou simplesmente comprar um cãozinho. Inegavelmente cabe a cada um refletir sobre isso, mas há algumas coisas que podemos ter em mente antes de decidir. Há inúmeros cãezinhos (Pugs e diversas raças) disponíveis para adoção. Isto é, quando você decide adotar um pet você não está apenas arranjando um amiguinho novo, mas está praticando um ato de nobreza.

 

Adoção de Pugs

Procure uma ONG local ou um grupo de doações de animais e veja se não existe algum Pug para doação. Muitas pessoas se desfazem de seus companheiros pois eles podem apresentar algum problema de saúde ou simplesmente por não terem mais condições de cuidar.

Muitos animais resgatados e abandonados precisam de um lar e carinho. Ou seja, antes de comprar, pense em adotar um amiguinho.

 

Criadores

Busque sempre ter um animal de estimação de maneira responsável. Mas, caso decida por comprar um cachorro, procure saber quem são os criadores da raça. Além disso, evite comprar em pet shops ou internet. Muitos animais sofrem maus-tratos e são explorados para alimentar a “fábrica de filhote Pug” de animais de raça. Dessa forma, você ajuda a combater esse tipo de comércio.

Caso tenha dúvida se você pode ou não comprar de um determinado criador, procure a prefeitura de sua cidade. Criadores legais terão um registro governamental para garantir que seguem todos os padrões de cuidados com os pugs.

 

Custo - Qual o Preço de um Pug?

Não é muito fácil estabelecer quanto custa um pug, pois isso varia de região para região. Um filhote de Pug pode chegar a custar entre R$ 1.500 a R$ 7.000 dependendo da sua linhagem e cor. Sem dúvida cães de raça podem chegar a um valor muito alto, portanto, antes de buscar saber quanto custa um Pug em sua cidade, procure saber se existe um cachorro Pug doação.

Acima de tudo, pense muito antes de ter um animal de estimação, pois o custo para manter a sua qualidade de vida pode ser alto. Apesar de os Pugs serem animais pequenos e que não precisam de bastante atividade física, um Pug adulto pode aumentar os seus gastos devido aos cuidados especiais que a raça precisa.

 

Dicas para Donos de Pug de Primeira Viagem

Quando pensamos em adotar um cachorro, nem sempre pensamos em tudo o que será necessário para mantê-lo feliz. Isto é o mesmo que dizer que, assim como os humanos, os Pugs precisam de cuidados físicos e emocionais. Ao decidir ter um pug, você precisa ter em mente que:

  • Você precisará passear cotidianamente com seu pug: isso promove a saúde e sua interação com o meio;
  • Por trocarem bastante de pelos, Pugs precisam ser penteados frequentemente. Isso evita que os pelos fiquem espalhados pela casa;
  • Por ter grande ligação emocional com seu tutor o pug não pode ficar muito tempo sozinho. Longos períodos podem causar ansiedade, tristeza e até depressão no cachorro;
  • No frio, precisa de um lugar aquecido para dormir, e no calor precisa de um lugar ventilado. Assim ao dar boa noite pro seu Pug você garante que ele estará dormindo tranquilamente;
  • É importante que seu pug tenha uma coleira (alguns chamam de guia, feixo ou até mesmo colar da amizade). 

 

 

Meio Atrapalhados... Mas Cheios de Amor!

Há quem ache que os pugs são meio atrapalhados, mas na verdade são uma graça. E não, não é porque ele é um “animal que dorme com um olho aberto”. Apesar de pequenos, são majestosos em todas as suas atitudes. Não à toa eram os preferidos das dinastias chinesas.

Por sua estrutura pequena, o cão pug é muito engraçadinho quando está brincando ou correndo (o que dá a impressão que é atrapalhado). Em contraste com isso, sua maior característica é o amor que costumam ter pelos seus tutores.

 

Garantindo o Bem-Estar do Pug

Garantir o bem-estar de um cachorro é muito parecido com garantir o bem-estar de um ser humano. Isto é posto pois estamos tratando de vidas com necessidades biológicas e sociais. Enquanto tutor de um pug você deve garantir que ele terá acesso a tudo o que precisar. Isso inclui alimentá-lo com uma ração de qualidade e proporcionar a manutenção de sua saúde com suplementação natural.

Muitos tutores optam por oferecer ao seu pet uma complementação com óleo de canabidiol Honest Paws - CBD que garante inúmeros benefícios à sua saúde. Outros, além de suplementar a alimentação, também realizam pequenas atividade diárias com o pet, garantindo sua felicidade.

O ambiente em que o pug vive deve estar sempre limpo e livre de qualquer tipo de lixo ou resquício de alimento. A água deve ser trocada diariamente, e o pote de ração limpo a cada poucos dias. Os filhotes de Pug precisam de cuidado especial para que não existam objetos na altura dos seus olhos que possam feri-los.

Tudo isso evita doenças e infecções. Ou seja, garante que seu pet viva saudável e feliz.

 

Fonte:

CertaPet - Blog

Honest Paws

Pet Love 

Petz

Dog Hero

Tudo Sobre Cachorros

← Older Post Newer Post →